Segunda-feira, 28 de Abril de 2014

A culpa é das Estrelas - John Green

Sinopse: Hazel foi diagnosticada com câncer aos treze anos e agora, aos dezesseis, sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões. Ela sabe que sua doença é terminal e passa os dias vendo tevê e lendo Uma aflição imperial, livro cujo autor deixou muitas perguntas sem resposta.

Essa era sua rotina até ela conhecer Augustus Waters, um jovem de dezessete anos que perdeu uma perna devido a um osteosarcoma, em um Grupo de Apoio a Crianças com Câncer. Como Hazel, Gus é inteligente, tem senso de humor e gosta de ironizar os clichês do mundo do câncer — a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Com a ajuda de uma instituição que se dedica a realizar o último desejo de crianças doentes, eles embarcam para Amsterdã para procurar Peter Van Houten, o autor de Uma aflição imperial, em busca das respostas que desejam. Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

 

A culpa é das estrelas 1.jpg

 

 

O momento que você vive realmente influência muito nas suas escolhas, no jeito de encarar a vida e o modo como você critica o outro. Uns dois ou três meses atrás comecei a ler "A culpa é das Estrelas", afinal, era um livro super bem recomendado e não me tocou, não ocorreu aqueeela vontade tão típica de nós leitores e não me senti no livro. De início, até me achei estranha porque todo mundo só falava bem.

 No entanto, essa semana resolvi ler, matar logo a minha curiosidade, ver o que a história tinha de tão especial e só no final ter uma conclusão bem formada. E a minha conclusão é: Sensacional!! É um livro triste sim, é verdade, mas a vida não é feita só de alegrias e as tristezas também muito nos ensina, contribui muito para querermos sempre buscar uma vida melhor.

 A história é simples, cativante, emocionante, cheia de metáforas, reflexões, entrelinhas e muito carisma. Algo tão juvenil e inocente, que só torna tudo mais bonito. A simplicidade do livro é justamente o mais incrível porque nos toca profundamente e torna o enredo tão fantástico, tão verdadeiro, tão especial. Acho que esta é a palavra certa para caracterizar esse enredo. Ele é muito especial. O autor, com certeza, também estava num momento muito especial. Um momento daqueles únicos!

 Para quem não curte a inocência, não indico este livro, mas para quem não tem medo da vida, que quer saber como é o outro, que não liga das cenas mais íntimas serem bonitas como o amanhecer ou como o desabrochar de uma flor rara, esse livro é ideal.

 Os protagonistas sofrem, os personagens secundários sofrem, mas não é um livro que faltem risadas, sorrisos largos, ironias bem feitas e amar simplesmente por amor. Não vou negar: tem muitas lágrimas, mas o sorriso não seria o mesmo se não tivéssemos outra forma de exteriorizar nossos sentimentos, não é mesmo?

 Marcus Zusak estava certíssimo: a ler esse livro nós realmente rimos, choramos e queremos mais. Queremos mais saúde, felicidade, nossa família, nossos amigos e mais de Hanzel Grace e Augustus. Porque só quando você para para pensar na lição que um livro desse traz, que você passar a dar valor a algo chamado fé!

 Posso dizer, sem sombra de dúvidas, que "A culpa é das Estrelas" está ao ladinho de "O menino do pijama listrado" como meus livros super especiais e que há uma Natalia antes e outra depois dessa leitura. Se você quer saber valores como amor, amizade, respeito, compreensão, companheirismo e vida, esse livro é obrigatório. Esse livro será a sua maior lição! Obrigada John Green!

 

sinto-me:
publicado por criando às 14:16
link do post | comentar | favorito
|

Eu sou assim...

pesquisar

 

Junho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

Resenha "Cidades de Papel...

Resenha "Para Sempre uma ...

Resenha "O Cortiço" - Alu...

Resenha do filme "Meu Pri...

13º Evento da "Menina que...

Resenha do filme "Lado a ...

Resenha "Amor e Ordem: o ...

Clube do Livro Saraiva RJ

Entrevista com Taísa Luci...

Resenha "Profundamente Su...

arquivos

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Setembro 2014

Abril 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Dezembro 2009

Julho 2009

Dezembro 2008

links

blogs SAPO

subscrever feeds