Terça-feira, 2 de Setembro de 2014

Encontrada: à espera do felizes para sempre

Sinopse: Sofia está de volta ao século dezenove e mais que animada para começar a viver o seu final feliz ao lado de Ian Clarke. No entanto, em meio à loucura dos preparativos para o casamento, ela percebe que se tornar a sra. Clarke não vai ser tão simples quanto imaginava.
As confusões encontram a garota antes mesmo de ela chegar ao altar — e uma tia intrometida que quer atrapalhar o relacionamento é apenas uma delas. Além disso, coisas estranhas estão acontecendo na vila. Ian parece estar enfrentando alguns problemas que prefere não dividir com a noiva.
Decidida, Sofia fará o que estiver ao seu alcance para ajudar o homem que ama. Ela não está disposta a permitir que nada nem ninguém atrapalhe seu futuro. Porém suas ações podem pôr tudo a perder, e Sofia descobre que a única pessoa capaz de destruir seu felizes para sempre é ela própria.
Em Encontrada: À espera do felizes para sempre, Carina Rissi traz de volta o mundo apaixonante de Ian e Sofia, nos permitindo mergulhar mais uma vez nesta maluca e envolvente história de amor.

 

Capa frente - Encontrada.jpg

 

 

Bom, apesar de estranho, vou me dar o direito de ter licença poética (não que eu mereça) para escrever minha resenha em forma de carta.

 

Rio de Janeiro, 2 de setembro de 2014.

 

Querida Carina Rissi,

 

            Primeiramente, gostaria de dizer que é um prazer de alta estima poder apreciar suas belíssimas obras. Se felicidade significasse um céu completamente estrelado e com uma brisa refrescante, onde o coração acelera em acordo com grande emoção, então, preciso dizer que "Encontrada" significa, certamente, um céu completamente estrelado e com uma brisa refrescante, onde o coração acelera em acordo com grande emoção.

 

            Não, não sou Ian Clark e nem me transformei numa Sofia totalmente adaptada ao século XIX. Sou uma leitora assídua e completamente fã dos seus livros, do seu talento e da sua maneira tão fácil e verdadeira de trazer alegria para a vida de outras pessoas. Suas obras me conquistam e dominam de tal maneira que acabo ficando assim: um pouquinho do resultado que ela é.

 

            Ao terminar de ler "Encontrada: à espera do felizes para sempre" só consigo defini-la em uma palavra. Uma palavra estranha e familiar ao contexto, mas que diz exatamente como está meus sentimentos: PERDIDA. PERDIDAmente encatada com a história, PERDIDAmente emocionada com as novas lições que o livro traz, PERDIDAmente mais apaixonada por Ian Clark, PERDIDAmente com a maior certeza que eu tenho muito da Sofia e PERDIDA por ter terminado o livro. Como vou ficar sem Ian e Sofia?

 

            O enredo não foge em nada da história do primeiro livro. Muito bem escrito e tão divertido quanto, consegue continuar mostrando as histórias do casal principal com a mesma dinâmica, mesmo que com novos elementos, personagens e surpresas. Novamente mexe com as nossas emoções, nos faz rir, chorar, gargalhar e querer mais desse livro tão diferente e inovador, que quebrou paradigmas das mocinhas perfeitas e trouxe um mocinho perfeito, embora ainda perfeito, bem diferente dos habituais. Posso dizer que é mais uma vez uma delícia de ler e que deixará muita saudade.

 

            Quando terminei de lê-lo, me senti com um vazio muito grande, como se tivesse um buraco no meu coração. Pode parecer ruim ao ler isso, mas é bom, é muito bom sentir isso. Mostra o quanto é um livro incrível, que conquista, apaixona, emociona e se torna em amor. Assim como Ian não pode suportar viver sem Sofia e Sofia não aguentaria viver sem Ian, será difícil dar um "fim" novamente para esse casal.

 

            Falei isso quando terminei "Perdida" e volto a citar novamente. Espero que essas obras ultrapassem as barreiras do tempo, sem trocadilhos, e passe de geração em geração durante uma longa jornada, que mostrará não só o seu dom, mas como a nossa literatura é incrível, feita de grandes autores, como você, que é para mim a minha Jane Austen.

 

            Valeu por mais 476 páginas, por mais trapalhadas da Sofia, por mais delicadeza da Elisa, por mais sorrisos de canto de boca do Ian, por Marina em dose dupla (só vai entender quem ler), por "tirar" da nossa história a escravidão, por mostrar o século XIX, por um final tão lindo e simples e até pela Tia Cassandra.  

 

            Esperando muito ansiosa pelo próximo livro da série. Que venham uma nova narrativa contada por Ian, que venha mais emoção, All Star, olhos de ônix, quadrilhas, Madalena, Gomes, Isaac, Teodora e muito, muito, muito brilho no olhar.

 

Beijos da sua sempre fã que te tem como inspiração,

Tatá Menezes

 

PS: Flávia Feitosa, muito obrigada por ter me dado "Encontrada" de presente. Palavras de carinho são insuficientes para agradecer.

PPS: Helaine Vieira, jamais conseguirei agradecer o suficiente por ter colocado Carina Rissi na minha vida.

           

 

            

sinto-me:
publicado por criando às 22:08
link do post | comentar | favorito
|

Eu sou assim...

pesquisar

 

Junho 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

Resenha "Cidades de Papel...

Resenha "Para Sempre uma ...

Resenha "O Cortiço" - Alu...

Resenha do filme "Meu Pri...

13º Evento da "Menina que...

Resenha do filme "Lado a ...

Resenha "Amor e Ordem: o ...

Clube do Livro Saraiva RJ

Entrevista com Taísa Luci...

Resenha "Profundamente Su...

arquivos

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Setembro 2014

Abril 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Dezembro 2009

Julho 2009

Dezembro 2008

links

blogs SAPO

subscrever feeds